Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Lendo e escrevendo

Lendo e escrevendo

“Vemo-nos em Agosto”, Gabriel García Márquez

02.04.24, Almerinda
“Vemo-nos em Agosto”, Gabriel García Márquez   Foi com “Cem Anos de Solidão” que me iniciei e maravilhei com Gabriel García Márquez, já lá vão muitos anos. Com “A Hora Má: o Veneno da Madrugada”, tentei, mas não fiquei fascinada como com aquele primeiro romance incrível que me permitiu horas e horas de deslumbramento. Até que de novo fiquei rendida ao grande Gabriel García Márquez com “O Amor nos Tempos de Cólera”, um dos livros da minha vida. Outros livros (...)

Tanta Gente, Mariana - Maria Judite de Carvalho

31.03.24, Almerinda
“Tanta Gente, Mariana”, Maria Judite de Carvalho, 1959  Maria Judite de Carvalho é, em minha opinião, uma das grandes escritoras do século XX. Já li vários romances e contos dela e voltei à leitura de “Tanta Gente, Mariana”, depois de este título ter sido escolhido pelo Círculo de Leitura da UNISSEIXAL. Esta obra é a mais conhecida da autora e considerada a mais autobiográfica, na medida em que se aproxima muito da vida da autora que ficou órfã aos 7 anos e foi (...)

Paula Rego - a Luz e a Sombra Uma Forma de Olhar , Cristina Carvalho

28.03.24, Almerinda
“Paula Rego – A Luz e a Sombra Uma Forma de Olhar”, Cristina Carvalho, 2023 Quando lemos os romances biográficos de Cristina Carvalho, sempre sentimos a estreita ligação afectiva entre a narradora e o biografado ou a biografada e às vezes perguntamo-nos se o que estamos a ler se refere à narradora ou à pessoa que é objecto do romance biográfico. É essa profunda ligação e a liberdade que é dada ao leitor, um dos grandes fascínios da escrita de Cristina Carvalho. Ao longo (...)

Alice

21.02.24, Almerinda
Alice Chamei-lhe Alice, no momento em que ela me foi oferecida. Veio juntar-se a outras do mesmo tipo que se vão juntando na minha galeria de figurinhas de meninas/mulheres que tenho perto da cama e para quem olho mal acordo. Foi a ela que coube dar as boas vindas ao quinto ano deste meu blogue. Continuo a ser fiel à minha ideia inicial quando o fiz nascer, numa altura em que os blogues já eram uma raridade.  Quem é que lê um texto grande até ao fim? Quem tem paciência para ler o (...)

Acreditar nas Feras, Nastassja Martin

13.02.24, Almerinda
“Acreditar nas feras”, Nastassja Martin, 2019 Se quisesse caracterizar este livro, diria que se trata de um relato autobiográfico de uma antropóloga que, após ter vivido uma situação limite que certamente a vai marcar para o resto dos seus dias, faz uma reflexão sobre a vida, sobre o universo e sobre as relações de poder. Creio que a experiência limite que Nastassja Martin retrata neste “Acreditar nas Feras” não pode estar desligada do facto de, como antropóloga, (...)

Capitães da Areia, Jorge Amado

30.01.24, Almerinda
“Capitães da Areia”, Jorge Amado, 1937 Este é o livro de Jorge Amado mais vendido em todo o mundo. A sua primeira edição foi apreendida e queimada em praça pública pelas autoridades do Estado Novo, tendo levado Jorge Amado a exilar-se posteriormente na Argentina e no Uruguai. Só em 1944, “Capitães da Areia” voltou a ter uma 2ª edição, a que se seguiram muitas outras quer no Brasil quer no estrangeiro. “Capitães da Areia” foi a obra escolhida pelo Círculo de (...)

As meninas proibidas de Cabul. Jenny Nordberg

31.12.23, Almerinda
“As Meninas Proibidas de Cabul”, Jenny Nordberg, 2014 Jenny Nordberg, jornalista sueca premiada, conhecida pelos seus trabalhos de investigação, escreveu este seu “As Meninas proibidas de Cabul” entre 2009 e 2014, que ela classifica logo a abrir como “um relato subjectivo”. Com o subtítulo “A tradição secreta de resistência e luta das meninas afegãs”, este trabalho foi considerado Livro do Ano pela Publishers Weekly. Neste meu texto sobre o livro, faço-o recordando (...)

Mais um ano a viajar

28.12.23, Almerinda
Junto em cima da mesa os 21 livros que me fizeram viajar ao longo deste ano. Não é muito diferente o número de livros que empilho este ano, se o comparar com os dos outros anos. O ritmo de leitura continua razoável e aceitável e fico satisfeita. Mas na pilha faltam dois: um que me foi emprestado - "A Hora do Lobo" - e o outro que o Vítor me deu  - "Se os Gatos desaparecessem" - e que não consigo encontrar na confusão e desarrumação, quando já não há prateleiras que cheguem (...)

Em teu Ventre, José Luís Peixoto

24.12.23, Almerinda
  Hoje, em véspera de dia de Natal, recordo aqui este livro que terminei há precisamente 7 anos. Lembrando a minha mãe e as mães que por todo o mundo sempre põem os outros (filhos, marido) à frente de tudo e muitas vezes se esquecem de si.  "Em teu Ventre”, José Luís Peixoto, 2015 Este romance de José Luís Peixoto decorre em Fátima, no ano de 1917, entre Maio e Outubro. É um livro centrado em Lúcia e em todo o ambiente que se viveu naquela terra desde que a jovem pastora (...)

Caro Professor Germain, Albert Camus

28.11.23, Almerinda
  “Caro Professor Germain – Cartas e Excertos”, Albert Camus, 1945 a 1959   Só recentemente, a 5 de Maio deste ano, no Dia Mundial da Língua Portuguesa, numa conferência promovida pela FENPROF e através da comunicação feita pelo professor António da Nóvoa, tive conhecimento das palavras de Albert Camus dedicadas ao seu professor da primária, quando em 1957 recebeu o Prémio Nobel da Literatura. Quando em Setembro último a Livros do Brasil editou este “Caro Professor (...)